Vendas dos supermercados têm alta real de 3,62% em 2019, diz Abras

Criado em 13/02/2020 por Administrador


Entidade prevê um avanço de 3,9% para o setor neste ano.
TOPO
Por Valor Online

12/02/2020 12h19 Atualizado há 18 horas

As vendas dos supermercados, hipermercados e atacadistas tiveram um crescimento real de 3,62% em 2019, quando comparadas com 2018, descontada a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O resultado ficou acima da estimativa de avanço de 3% feita pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) para o período.



Em dezembro, as vendas reais do setor aumentaram 2,3% ante igual mês de 2018. Na comparação com novembro, a expansão foi de 16,36%, considerando que existe o efeito das vendas natalinas. Os dados foram divulgados pela entidade em coletiva que acontece nesta quarta-feira.

Para João Sanzovo Neto, presidente da Abras, o resultado é motivo de comemoração porque ficou acima do esperado para o ano. Ele havia dito em dezembro que o setor teve o melhor ano desde 2014 ajudado pela melhora do nível de emprego, aumento da confiança dos empresários e consumidores, além de reação positiva da indústria.

A associação estima um resultado ainda melhor para este ano. A previsão é que as vendas tenham um crescimento real de 3,9%.

Setor prevê crescimento de 3,9% nas vendas deste ano
“Acreditamos que o país, embora ainda de forma gradual, já está com uma economia em recuperação. [É] um número bem significativo para o nosso setor, acima do PIB [Produto Interno Bruto], estimado em torno de 2,3% pelo governo”, disse o presidente.

Em dezembro, o índice de confiança dos empresários do setor, elaborado em parceria com a empresa de pesquisa GfK, ficou em 63,9 pontos, em uma escala que varia de zero a 100. Em outubro, quando foi divulgado o último indicador, a confiança era de 56,6 pontos.