Lucro da Lojas Renner sobe 17% no último trimestre de 2019 No ano, o lucro da varejista avançou 7,7%, para R$ 1,099 bilhão. Varejista tem plano de abrir até 30 novas lojas da marca Renner, 3

Criado em 07/02/2020 por Administrador


A rede de varejo Lojas Renner divulgou nesta quinta-feira (6) que teve um crescimento de 17% no lucro líquido do quarto trimestre, apoiada em encargos tributários menores e resultados operacionais melhores que impulsionaram as margens da varejista de moda.

A companhia afirmou que o lucro líquido do trimestre foi de R$ 513,1 milhões, ante R$ 439,8 milhões no mesmo período do ano anterior. Em todo o ano de 2019, o lucro da varejista chegou a US$ 1,099 bilhão, alta de 7,7% em relação a 2018.

"Ainda vemos uma lenta recuperação econômica, mas preferimos que seja lenta, porém, consistente", disse o vice-presidente financeiro da companhia, Laurence Gomes, à Reuters, acrescentando que as condições estão cada vez mais favoráveis para a rede varejista obter resultados melhores em 2020.

Além do cenário macroeconômico, Gomes citou que a Lojas Renner avançou no processo de transformação digital e que provavelmente vai conseguir colher os benefícios da estratégia nos próximos meses, com coleções mais assertivas e eficiência maior na gestão de estoque.

No quarto trimestre, a Lojas Renner teve alta de 10,7% na receita líquida, para R$ 2,87 bilhões, e as despesas operacionais recuaram 3,6%, para R$ 759,7 milhões.

O crescimento de vendas mesmas lojas, porém, caiu para 6,2% ante 12% no quarto trimestre de 2018. A rival Cia Hering divulgou no final de janeiro queda de 4% nas vendas mesmas lojas do período.

Considerando as operações de varejo e financeiras do grupo, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado atingiu R$ 859,6 milhões, alta de 15,7% na comparação anual.

Aumento de investimento
A Lojas Renner estima elevar o investimento para R$ 910 milhões em 2020 ante cerca de R$ 751 milhões em 2019, disse Gomes, acrescentando que os recursos serão usados principalmente na construção de um novo centro de distribuição em São Paulo e abertura de novos pontos de venda no Brasil.

O plano é abrir até 30 novas lojas da marca Renner, 3 da Camicado, 7 da Youcom e 2 da Ashua, de acordo com ele.

Em dezembro, a Lojas Renner entrou oficialmente no mercado argentino, com abertura de quatro lojas, que segundo Gomes "estão indo bem".

O executivo disse que a companhia ainda não tem planos de expandir as operações para outros mercados além de Argentina, Uruguai e Brasil. "Nosso foco agora é consolidar a operação na Argentina."

LOJAS RENNER