Pecuaristas de Mato Grosso estão cautelosos com a queda no preço do boi gordo

Criado em 03/02/2020 por Administrador


Criadores estão segurando a oferta de animais esperando a reação do mercado interno e das exportações.
Por Globo Rural

02/02/2020 09h20 Atualizado há 21 horas

Pecuaristas do Mato Grosso do Sul estão cautelosos com a queda no preço do boi gordo

Até o final do ano passado, os pecuaristas andavam animados com os preços altos do boi gordo, mas, nas últimas semanas, a situação começou a mudar. Os preços caíram e muitos criadores já estão preocupados.

Assista a todos os vídeos do Globo Rural
Com isso, tem muito criador segurando o boi no pasto com a expectativa de que a oferta diminua e o preço suba.

De acordo com a Associação de Criadores de Mato Grosso (Acrimat), depois das altas nos preços no fim do ano passado, a queda no valor da arroba do boi era esperada. Isso porque janeiro historicamente tende a ser um mês fraco para as vendas no mercado interno.

Além disso, em muitas vendas para a China houve renegociação dos preços para baixo.

"A grande maioria das empresas chinesas pediu reajustes, nos pediram descontos e volumes menores. O que nos preocupa agora é que os novos preços que a China nos oferece não condizem com a nova arroba do boi", afirma o presidente do Sindicato dos Frigoríficos do estado (Sindifrigo), Paulo Bellincanta.

Veja a reportagem completa no vídeo acima.

Acompanhe a cobertura de Agronegócios do G1