Bovespa volta a subir e fecha acima dos 116 mil pontos – POR G1

Criado em 29/01/2020 por Administrador


O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, fechou em alta nesta terça-feira (28), após tombo de mais de 3% na véspera, em linha com o movimento de recuperação dos mercados globais, diante da percepção de aumento dos esforços globais para conter o coronavírus.
O Ibovespa encerrou o dia com alta de 1,74%, a 116.478 pontos. Veja mais cotações.
Na véspera, a bolsa fechou em queda de 3,29%, a 114.481 pontos. Foi o maior recuo desde março de 2019, embalado pelos temores de disseminação do coronavírus.
Ao todo, as empresas listadas na bolsa perderam na segunda-feira (27) R$ 132 bilhões em valor de mercado, segundo levantamento feito pela Economatica. Os papéis das siderúrgicas, grandes exportadoras para o mercado de chinês, puxaram as quedas do índice.
As ações preferenciais da companhia aérea Azul lideraram as altas da sessão, ao subirem 7,86%, enquanto os ganhos da Petrobrás e da Vale, foram de 2,75% e 1,37%, respectivamente.
Surto de coronavírus na China
O número de mortos por coronavírus na China já passa de 100. O número de infectados já passa de 4,5 mil. O vírus já se espalhou para mais de 10 países, incluindo Estados Unidos, França, Austrália e Cingapura.
Nesta terça-feira, Hong Kong anunciou que suspenderá linhas férreas utilizadas por trem de alta velocidade que ligam o território semiautônomo com a China continental a partir de quinta-feira (30) em uma tentativa de conter a expansão do coronavírus, que já provocou 106 mortes.
Em uma tentativa de conter a propagação da doença, o governo chinês suspendeu as comemorações do Ano Novo Lunar e estendeu o feriado até o dia 2 de fevereiro. Grandes empresas fecharam as portas ou disseram aos funcionários para trabalhar de casa.
O receio do mercado é que o surto afete a demanda dos consumidores e tenha impactos mais diretos e abrangentes sobre a atividade econômica, já que o mercado tem na memória a epidemia de SARS de 2002 a 2003, também na China.
O principal índice ações do Japão atingiu nesta terça-feira mínima de fechamento de três semanas. J
Já os preços internacionais do petróleo tinham mais uma sessão de queda. O barril de Brent, a referência global, era negociado em queda de 1%.
A equipe do BTG Pactual destacou que os mercados globais continuam operando com extrema volatilidade, acompanhando as últimas notícias do surto de coronavírus. "A grande dúvida é em que percentual o surto afetará o crescimento econômico nestes primeiros meses do ano, em que poderemos ter uma série de revisões de projeções de lucros das empresas chinesas e japonesas", ressaltou em nota enviada a clientes