Eclipse solar com 'anel de fogo' é visto em partes da Ásia, África e Austrália – POR G1

Criado em 26/12/2019 por Administrador


Moradores de partes da Ásia, África e Austrália assistiram nesta quinta-feira (26) a um eclipse solar anular, quando Terra, Lua e Sol se alinham, mas a posição e a distância entre os astros criam um "anel de fogo".

O evento astronômico pode ser visto em sua totalidade em regiões específicas dos seguintes países: Índia, Sri Lanka, Cingapura, Malásia, Brunei, Emirados Árabes, Arábia Saudita, Omã, Sumatra e Qatar. Na Austrália e no continente africano, o fenômeno ocorre de forma parcial. Não foi possível acompanhar o fenômeno do Brasil.

Qual é a diferença entre o eclipse solar anular e o solar total?
Em um eclipse solar total, a Terra, a Lua e o Sol se alinham de tal forma e em uma posição tão exata que todo a estrela do nosso sistema é "tampada" da perspectiva da Terra – é possível ver apenas a coroa, a atmosfera do Sol (veja foto do topo). No caso do eclipse solar anular, ainda há um alinhamento entre os três corpos celestes, mas com um distanciamento um pouco maior da Lua em relação ao nosso planeta. O resultado é a formação de um "anel de fogo" no céu.

Quando veremos um eclipse do tipo no Brasil?
Não. O próximo eclipse anular total no Brasil será em 26 de janeiro de 2028. Estados da região Norte poderão assistir a versão total, enquanto a versão parcial será vista em todo o país.

Quando teremos outro eclipse solar anular no planeta?
Em 21 de junho de 2020. Ele será visível também em países da Ásia, África e parte da Europa.