Aumento da exportação de milho anima agricultores e preocupa pecuaristas

Criado em 23/12/2019 por Administrador


Quem produz o grão está feliz com a demanda elevada na colheita de 2019, mas quem depende do milho para alimentar o gado vê os custos crescerem.
Por Globo Rural

22/12/2019 09h22 Atualizado há 21 horas

Aumento da exportação do milho afeta de formas diferentes agricultores e pecuaristas

A exportação de milho dobrou no Brasil entre e janeiro e novembro de 2019. Foram 39,1 milhões de toneladas, aumento de 101% em relação ao ano anterior. Atualmente, 40% da safra brasileira é enviada para fora do país.

Veja todos os vídeos do Globo Rural
A receita também dobrou e chegou a US$ 6,6 bilhões. Um dos motivos foi a antecipação da safra, que permitiu que o produto chegasse mais cedo ao mercado.

A abertura em mercados compradores também ajudou: o Japão, por exemplo, comprava 0,4% da produção brasileira exportada. Agora fica com 14% do volume vendido ao exterior.

Enquanto os produtores de milho têm motivos para celebrar, os pecuaristas, que dependem do grão para alimentar o gado, estão menos otimistas.

Em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, produtores estão pagando até 40% a mais na saca de milho em relação ao período de colheita.